aeroporto 
Vai viajar de avião? Então se liga nas dicas para não pagar mico!

Viajar de avião é uma droga! Mesmo a excitação da primeira visita à Europa ou ter a cordilheira dos andes pertinho pela janela do avião são completamente sobrepujadas pelas agruras de enfrentar o inferno dos aeroportos e o comportamento dos colegas passageiros debutantes.

E olha que nem falei ainda das viagens de trabalho obrigatórias. Eu, por exemplo, faço em torno de 30 viagens anuais. Aprendi na porrada algumas estratégias simples para enfrentar as longas horas confinado na cabine do avião de forma minimamente confortável. E sem atrapalhar os demais.

Gotas de sabedoria carioca. Compartilho com vocês, caros leitores, 10 dicas para que suas viagens – e a dos outros – não se transformem em pesadelo:

Dica 1 – Aeromoças não são Aerotrouxas

_dica_01

Elas são moças simpáticas, sorridentes, educadas, maquiadas, perfumadas, agradáveis, atenciosas… e só. E não, definitivamente NÃO estão te dando mole. Por favor, não insista. Não existe nada mais cafajeste, arrogante, imbecil e frustrante (pra você, claro!) do que ficar fazendo gracinhas pras moças durante o vôo. 100% de tomar toco.

Eu já presenciei um “distinto senhor democrata” ser rechaçado por uma dessas moças após mais de duas horas de investidas públicas. A senhorita foi ovacionada em pleno vôo.

Dica 2 – A ida ao banheiro

_dica_02

Se você é daqueles que não conseguem ficar nem uma hora com a bexiga quieta, faça o seguinte: não encha a cara de cerveja antes ou durante o vôo, ou procure sentar no corredor – geralmente nas fileiras C e D nos vôos domésticos – para não perturbar ninguém e facilitar a sua vida.

Mas se por um acaso acabou por sentar na janela, ficou apertado e o cara do seu lado não acorda nem pelo cacete, não desanime. Não precisa pedir passagem pro malandro: pule o cara. Se não conseguir, você tem todo o direito (e dever, já que ninguém quer ficar com um mijão por perto) de acordá-lo educadamente ou pedir ajuda à aeromoça. Se vire.

Dica 3 – O sono dos justos

_dica_03

Dormir enquanto viajo de avião é uma das minhas primeiras opções de lazer à bordo. Apesar do desconforto, abrevia o sofrimento de se estar enlatado por tanto tempo. Mas se você é daqueles que roncam, faça a gentileza de avisar o seu colega dizendo algo como “Cara, você se deu mal. Eu ronco pra cacete, me desculpe. Se eu te azucrinar muito a paciência, sinta-se à vontade para me dar umas porradas. Mas de leve! Minha mulher faz isso, eu mudo de posição, páro de roncar e continuo meu soninho! Todos ficamos felizes.”

Mas se o cara do teu lado não falou nada, e no meio da viagem resolveu dormir e abrir o berreiro, paciência. Meta um tapa-ouvidos na cabeça e boa viagem.

Dica 4 – Meu assento está reservado. Entro no avião quando quiser, não é mesmo?

_dica_04

Não. Imagine que você espera aquela fila interminável diminuir antes de entrar no avião. Se você marcou um assento na janela, vai perturbar todo mundo quando for sentar. O cara do corredor e do meio vão ter que levantar pra você passar, atrapalhando todo mundo.

Então obedeça a solicitação da tripulação, seguindo as orientações quanto à ordem de entrada. Por favor.

Dica 5 – Quem tem direito ao braço da poltrona?

_dica_05

Todo mundo tem direito a um braço. Numa fileira de três poltronas, por exemplo, a pessoa que está perto da janela usa o braço direito; a que está no meio, o esquerdo; o que está no corredor, o esquerdo também. Sempre tem um braço sobrando, é apenas uma questão de civilidade. Dá para todos dividirem.

Dica 6 – Sou indeciso e bateu aquela dor de corno quando percebi que preferia sentar na janela, mas acabei escolhendo um assento no corredor. Troca de lugar comigo?

_dica_06

Não. Definitivamente NÃO! Nada é mais chato e inconveniente do que ficar enchendo o saco do colega pra trocar de lugar. Por que eu daria o lugar a você se escolhi a janela? Ou o corredor? Ou seja lá onde estou sentado?

Esquece!

Dica 7 – Com que roupa devo viajar?

_dica_07

Qualquer uma que seja confortável, que não amasse muito e, principalmente, limpinha. O mais importante, para os homens, é a roupa para NÃO viajar: nunca vá de bermuda e camiseta – ninguém quer ficar encostando nos seus braços e pernas peludas de macaco. E para as moças, tentem não usar decotes e saias minúsculas sob pena de serem molestadas o tempo todo. Vai que Dr. Love senta ao seu lado!

Ah! Tomar banho e passar um desodorante antes de viajar é essencial. E pouco perfume, por favor.

Dica 8 – Quero ver a cabine do piloto. Posso?

_dica_08

Até pode. Se você tem curiosidade e nunca viu, por que não? Mas sugiro que o faça quando o avião estiver em solo e parado. Numa turbulência, cair sentado no colo do piloto pode ser um tanto desagradável.

Dica 9 – Não quero conversa, mas meu colega de poltrona está carente. Como fugir?

_dica_09

Enfie a cara num livro ou numa revista. Se não gota de ler, finja. É o melhor jeito. Mas se ainda assim falhar, diga pacientemente: “Meu caro, não estou nem um pouco a fim de conversar. Dá pra ficar quieto, ou vou ter que enfiar minha meia na sua boca?”

Dica 10 – O que fazer com um bebê chorão à bordo?

_dica_10

Nada. Criança não é adulto pequeno. Criança chora, esperneia, vomita, grita, puxa seu cabelo… não tem noção de espaço, não há nada o que se possa fazer. E o pessoal não pode ficar olhando furiosos para a mãe, como se ela tivesse culpa. Sentou perto de um bebê chorão? Azar o seu. Tenha paciência.

Aproveite e compare preços de:
Passagens Aéreas e
Pacotes Turísticos.
Buscapé.

 

Aproveite que está aqui e assine o feed dos posts. Obrigado!
Você pode deixar um comentário, ou enviar um trackback do seu site.